segunda-feira, agosto 03, 2015

Técnicos do Idene são capacitados para garantir efetividade nos sistemas de barraginhas



O objetivo principal das barraginhas é permitir que os pequenos agricultores da região possam matar a sede dos seus animais, amenizando os efeitos da estiagem
O programa Água para Todos retoma as obras dos sistemas de barraginhas. Em São João da Ponte, Norte de Minas, técnicos dos escritórios regionais de Janaúba, Januária e Salinas participaram de capacitação com o objetivo de apresentar e nivelar as informações sobre funcionamento, execução e fiscalização da tecnologia que visa a amenizar a convivência com a seca nas regiões de semiárido.
Durante o treinamento foram passadas diretrizes para a realização das fiscalizações durante a implantação das barraginhas, bem como para o atendimento junto à população local e aos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS). Esta iniciativa garantirá o bom andamento de todas as etapas durante a execução das obras.
As atividades foram realizadas em duas etapas: a primeira foi uma conversa técnica e a segunda foi feita em campo com visita a um sistema (composto por um tanque lonado, uma cacimba, 10 barraginhas e um projeto produto - Pais).
O objetivo principal das barraginhas é permitir que os pequenos agricultores da região possam matar a sede dos seus animais, amenizando os efeitos da estiagem que podem resultar na morte de rebanhos inteiros, além da irrigação de pequenos cultivos no período de seca. O custo do sistema de barraginhas é de R$ 10 mil e atende uma família.
O programa
O Água para Todos visa à universalização do acesso à água para consumo humano e para a produção agrícola e alimentar em áreas rurais. Os investimentos globais previstos para o Norte e Nordeste de Minas Gerais, por meio do Sistema Sedinor/Idene, somam R$ 550 milhões, sendo R$ 400 milhões especificamente do programa e R$ 150 milhões do PAC 2.
Até o momento foram investidos R$ 140 milhões, aproximadamente, em várias tecnologias: cisternas de polietileno, cisternas de placas para consumo humano, cisternas de placas para produção agrícola, barreiros, pequenas barragens e sistemas de abastecimento de água. A iniciativa conta com a parceria do governo federal.
O Programa beneficiará um total de 184 municípios dos vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas. Atualmente, o número de beneficiários já chega a 137,5 mil pessoas. Ao final de todas as intervenções previstas, serão 521,6 mil pessoas contempladas.

Nenhum comentário: